Apesar do foco na produção do modelo atual, marca já pensa no futuro

Pode parecer precipitado começar a pensar em um novo modelo quando o atual praticamente acabou de ser lançado. Mas é assim que a Bugatti planeja o desenvolvimento de seus supercarros. Em entrevista concedida ao site Road and Track, o CEO da marca, Wolfgang Durheimer, confirmou que, apesar de ainda estar no começo da produção do Chiron, não deve demorar para começar o desenvolvimento de um novo esportivo. O executivo não quis entrar em detalhes, mas a expectativa é isso aconteça a partir de 2019.

Leia também:

De acordo com Durheimer, os diretores da marca começarão a avaliar uma série de ideias para o novo carro em 2018 e, cerca de um ano depois, o trabalho de engenharia começará de fato a ser feito. Ainda é cedo para arriscar palpites, mas o próprio executivo adianta que o consumidor deve esperar por algo "muito afiado, com os melhores materiais, a melhor tecnologia, o preço mais alto e sem descontos". Uma data exata para o lançamento não foi definida, mas se todas as etapas seguirem o cronograma estabelecido, veremos o sucessor do Chiron nas ruas entre 2022 e 2023.

 

2017 Bugatti Chiron: First Drive

 

Enquanto isso, a fábrica francesa de Molshein, na região da Alsácia, segue a todo vapor para abastecer as gigantescas filas de espera pelo Chiron atual. De acordo com a Bugatti, apenas 500 exemplares serão produzidos durante todo o ciclo de vida do modelo e desde o lançamento, em 2016, cerca de 300 já foram vendidos. O ritmo de produção anual é de apenas 70 exemplares e a marca já adiantou que este volume não será ampliado.

Fonte: Road and Track
Fotos: Arquivo Motor1.com

Seja parte de algo grande

Volta rápida - Bugatti Chiron 2017