A fabricante francesa desenvolveu seu próprio sistema para fixar a câmera

Um controverso assunto apareceu nas últimas semanas: a Bugatti teria forjado o vídeo que mostra o recorde de 400 km/h do Chiron? Como seria possível captar as imagens do carro mais rápido do mundo?

Usar carros como apoio de câmeras (os chamados Camera Cars) é algo complicado. O Top Gear usa um Range Rover, graças ao conforto da suspensão e à grande abertura do porta-malas em duas partes. O Motor1.com do Reino Unido usa um Skoda Kodiaq. Boas opções, mas nenhum deles atinge os 400 km/h. 

 

2016 - Bugatti Chiron

 

Então como acompanhar um Chiron atingindo os 400 km/h em apenas 32,6 segundos? Bom, você precisa de outro Chiron. 

Com exclusividade, revelamos que a Bugatti usou um segundo hipercarro para filmar a passagem. E não foi só isso: a marca desenvolveu um sistema especial para ter certeza de que a câmera ficaria no lugar, já que uma simples ventosa e um pouco de fita adesiva não segurariam a bronca em alta velocidade. 

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

2016 - Bugatti Chiron