Marca alegou a baixa procura como motivo para tirar o propulsor de oferta na linha 2018

A Ford anuncia nesta semana nos Estados Unidos a chegada da linha 2018 do compacto Fiesta. Sem grandes mudanças visuais ou mecânicas (a nova geração que estreou na Europa talvez não terá vez por lá), o modelo ganha apenas câmera de ré como item padrão em todas as versões. Os preços também não mudaram muito, mas uma coisa chama a atenção: o motor 1.0 3 cilindros da linha EcoBoost foi retirado de linha. O propulsor é um dos mais populares da marca na Europa, mas parece não ter sido bem aceito pelos norte-americanos.

Leia também:

Como justificativa, o porta-voz da Ford, Dan Jones, alegou que a decisão foi tomada "com base na demanda dos clientes". Dessa forma, o compacto passa a ser oferecido por lá apenas com os motores 1.6 EcoBoost da versão ST e 1.6 aspirado de 4 cilindros - este capaz de alcançar médias de 11,5 km/l e 15,7 km/l. São números aquém dos índices registrados por concorrentes diretos, como Honda Fit, Toyota Yaris, Hyundai Accent, Chevrolet Sonic e Kia Rio. Para efeito de comparação, o EcoBoost fazia médias de 13,2 km/l e 17,4 km/l, em percursos urbano e rodoviário, respectivamente.

 

Ford Focus e Fiesta - América do Norte

 

Apesar de retirado do catálogo do Fiesta, o EcoBoost segue sendo oferecido no mercado norte-americano no Focus Sedan SE, com opção de câmbio manual ou automático, sempre com 6 marchas.

No Brasil, o Fiesta EcoBoost é oferecido somente nas versões SEL e Titanium, e movido apenas a gasolina.

Fotos: Divulgação

Seja parte de algo grande

Ford Focus e Fiesta - América do Norte