A partir de 2020, todo modelo da marca terá pelo menos uma versão eletrificada

Passados seis anos desde o lançamento global do Range Rover Evoque, a Land Rover já trabalha intensamente no desenvolvimento da segunda geração deste que é seu modelo de maior sucesso atualmente. No design, segundo antecipam diversas fontes, a estratégia de renovação será evolutiva, sem grandes rupturas com o carro de hoje. Porém, a mecânica reserva novidades verdadeiramente profundas que devem colocar o SUV na chamada "era da eletrificação". Em outras palavras, o modelo nascerá em 2020 com inédita motorização híbrida do tipo plug-in, conforme relata a revista britânica Autocar.

Leia também:

Segundo a publicação, o modelo não terá um conjunto tão poderoso quanto o do Range Rover Sport P400e (apresentado na semana passada), mas chegará com a promessa de baixíssimos índices de emissões. Fala-se no uso de um motor 1.5 de 3 cilindros a gasolina, associado a um sistema híbrido-leve de 48 volts (dispositivo cada vez mais usado por montadoras como PSA e Volkswagen). "A Land Rover absteve-se de comentar a data de estreia do modelo, apenas reiterando sua afirmação de que todos os seus carros apresentarão uma variante eletrificada a partir de 2020", informa a revista.

 

2019 Range Rover Evoque spy photo

 

Não custa lembrar, o grupo Jaguar Land Rover planeja oferecer a partir da próxima década pelo menos uma versão eletrificada (híbrida ou 100% elétrica) para cada modelo de seu portfólio. O principal lançamento deste plano será o SUV I-Pace, já no ano que vem.

Fonte: Autocar

Seja parte de algo grande

Flagra Range Rover Evoque 2019