Furgão é equipado com motor 1.6 turbodiesel de 115 cv e câmbio manual de 6 marchas

A Citroën adota uma nova estratégia para o Brasil focada nos utilitários leves com a chegada do Jumpy, modelo menor que o Jumper e que será vendido com preços a partir de R$ 79.990. Chega importado do Uruguai para repetir o sucesso obtido na Europa, onde recebeu diversos prêmios. A Peugeot também irá lançar sua versão, batizada como Expert.

O Jumpy será vendido no Brasil com apenas um powertrain, composto pelo 1.6 turbodiesel BlueHDi de 115 cv a 3.500 rpm e 30 kgfm de torque a 1.750 rpm, sempre combinado ao câmbio manual de 6 marchas. A fabricante não revelou qual é o rendimento de combustível, afirmando somente que é o mais econômico da categoria, com autonomia de até 820 km no ciclo misto.

Leia também:

Estará disponível em duas versões: Jumpy Furgão e Jumpy Furgão Pack, que muda pelo pacote de equipamentos. Vem com direção eletrohidráulica, computador de bordo, volante com ajuste de altura e profundidade, controle de cruzeiro, controle de estabilidade, assistente de partida em rampas, rádio com MP3, vidros e travas elétricas, banco do motorista com regulagem de altura, luzes diurnas e separador de carga.

A segunda versão Jumpy Pack adiciona ar-condicionado, retrovisores elétricos, vidros com função one touch, faróis de neblina, tomada 12V para o compartimento de carga, travamento seletivo do compartimento de carga e o sistema Moduwork, que permite levantar o assento do passageiro para prolongar o comprimento de carregamento em 1,16 metro. Conta também com apoio de braço central com mesinha giratória e rede antideslizamento.

Citroën Jumpy 2018
Citroën Jumpy 2018

É construído sobre a plataforma EMP2, a mesma usada em outros carros da marca, como Peugeot 3008. Mede 5,30 metros de comprimento, 2,20 m de largura, 1,93 m de altura e 2,27 m de entre-eixos – a marca faz questão de falar que, com essa altura, consegue acessar lugares como estacionamentos e garagens subterrâneas.

Para atrair novos clientes, a Citroën criou o Compromisso Citroën Pro, um programa de pós-venda que prioriza os utilitários da marca. “Entendemos que o proprietário do Jumpy utiliza o veículo como ferramenta de trabalho. Por isso, orientamos a área de pós-venda para priorizar o atendimento dos utilitários”, afirma Dercyde Gomes, diretor de pós-venda da fabricante. Todas as revisões têm preço fixo e são feitas com agendamento prioritário no mesmo dia - se não for cumprida, a revisão seguinte é gratuita. E, se por algum motivo o carro tiver que ficar parado por mais do que quatro dias, o proprietário receberá um veículo reserva.

O Citroën Jumpy tem 3 anos de garantia ou 100.000 km, com mais 8 anos de assistência 24 horas com reboque gratuito. A revisão custa R$ 846 para os 20 mil km e 40 mil km, subindo para R$ 862 na de 60 mil km.

Fotos: Divulgação

Seja parte de algo grande

Citroën Jumpy 2018