Contra a mais potente da turma e a de melhor dirigibilidade, como se sai a novata japonesa?

O Brasil é um país continental com diversos outros dentro dele. Fora dos grandes centros, as picapes precisam carregar (muito) peso, passar por terrenos difíceis, serem resistentes, econômicas, de fácil manutenção e, ao mesmo tempo, entregar conforto e segurança, já que serão usadas no fim de semana para levar a família para passeios ou longas viagens. 

Aproveitamos o lançamento da Nissan Frontier LE (que você lê o teste completo aqui) para reuni-lá com parte de sua concorrência: Chevrolet S10 High Country, elogiada pelas inovações tecnológicas e conforto quando reestilizada em 2016, e Volkswagen Amarok Extreme, reconhecida por sua dirigibilidade e que foi levemente atualizada no fim do ano passado (embora siga com o motor 2.0 diesel alvo do dieselgate). A líder Toyota Hilux foi chamada para o comparativo, mas não teve espaço em sua agenda para participar, enquanto a Ford Ranger não respondeu ao nosso convite. 

 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Apertando o porquinho

Estamos falando de três picapes topo de linha, com preços acima dos R$ 160 mil. Então os pacotes de equipamentos são generosos, sempre com conjunto elétrico (vidros, travas e retrovisores com rebatimento automático), central multimídia com espelhamento de smartphones ou sistema Android embutido, bancos de couro com ajustes elétricos, computador de bordo e controle de estabilidade, entre outros itens. 

Neste ponto, a S10 leva a vantagem por trazer aviso de mudança de faixa e de risco de colisão frontal, além do serviço de Concierge OnStar. E ela não é nem a mais cara do trio, custando R$ 175.990 contra R$ 177.990 da Amarok. A Frontier, de R$ 166.700, fica devendo o retrovisor interno fotocrômico, mas traz ar-condicionado de duas zonas (presente na Amarok), aquecimento dos bancos dianteiros, botão de partida e destravamento das portas com chave presencial. A Chevrolet tem faróis com luzes diurnas em LED, mas Amarok traz xenônio e a Nissan, faróis full LED nas luzes baixa e alta. 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Se a S10 é capaz de prevenir uma batida, em caso de acidente o troféu fica com a Amarok e seus airbags laterais nos bancos (para proteção da cabeça e tórax). As concorrentes trazem apenas as bolsas frontais, obrigatórias. Ademais, todas vêm com assistente de partida em rampas e controle de descida para o off-road. 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Por dentro, a Amarok parece devolver melhor o que foi pago nela, principalmente depois da reestilização. Temos novos plásticos de melhor aspecto, mudança na parte central do painel (alinhada com os demais VW), central multimídia vinda do Golf, bancos premiados na Alemanha (dá vontade de ficar neles o resto da vida) e posição de dirigir que lembra um carro de passeio em quase todos os aspectos. Não fosse a posição alta e o "pula-pula" da suspensão (vamos falar disso já já), daria para dizer que estamos a bordo de, talvez, um Golf.

Frontier e S10 se equivalem, com plásticos de boa qualidade e aparência. A Nissan vai para um lado mais luxuoso, com a inspiração no Sentra, mas tropeça ao não ter iluminação nem sistema "um toque" para as janelas além do motorista. A S10 tem partes do painel em material macio, mas se rebaixa com rebarbas, principalmente ao redor da central MyLink. E as placas "High Country" nas portas dianteiras são exageradas. 

Domando as feras

Como esperado de uma cabine dupla 4x4, as três usam motores turbodiesel. A S10 é a mais potente, com 200 cv e 51 kgfm de torque no 2.8 com turbocompressor, ligado ao câmbio automático de seis marchas. Foi de longe a mais rápida em todos os testes de aceleração (10,2 s no 0 a 100 km/h) e retomada (7,5 s na prova de 80 a 120 km/h). Usar a picape da Chevrolet como referência de desempenho é até comum. Mas ela tem um hábito bem chato: para economizar combustível, ela desengata a marcha quando se tira o pé do acelerador. Uma hora incomoda, principalmente na estrada. Isso se ela não cismar de reduzir mais de uma marcha e fazer o motor gritar. 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

A Frontier trouxe um conjunto moderno, com motor 2.3 de 190 cv e dois turbocompressores que funcionam juntos em situações de torque. Quando em velocidade de cruzeiro, o turbo de alta pressão é desligado. A suavidade é garantida pelo câmbio de 7 marchas, com trocas rápidas e que, ao contrário da S10, aproveita bem o torque do motor (45,9 kgfm) e não reduz marchas o tempo todo, colaborando para o conforto e consumo. Não à toa, a Nissan marcou a melhor média rodoviária das três. Ah, e é a mais leve.

Já a Amarok manteve o 2.0 biturbodiesel que causou prejuízo para a Volkswagen ao redor do mundo com o dieselgate. Para levar a picape mais pesada das três, a menor potência: 180 cv, e 42,8 kgfm de torque. Grande ajuda vem do câmbio de 8 marchas, com relações curtas e até borboletas na direção para a troca de marchas. Para se ter uma ideia, os 100 km/h chegam em quarta marcha! Salva pela transmissão, ela não ficou muito atrás da Frontier nos números, mas falta torque em rotações iniciais. Aguardamos o novo V6 turbodiesel, VW!  

 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

 

No comparativo anterior, contra a Ford Ranger, elogiamos a S10 pelo acerto de suspensão, muito confortável, principalmente comparada à concorrência. A Frontier veio com um sistema de suspensão traseiro inovador, com eixo rígido em conjunto com braços múltiplos e molas helicoidais, prometendo ser a mais confortável e estável do segmento. Em conforto, a Frontier tem uma agradável sensação de SUV e fatura este quesito, pois a Chevrolet não abandonou os solavancos comuns das picapes com feixe de molas - mesmo que eles sejam (muito) menos sentidos que na Amarok, a mais saltitante das três. Colaboraram para isso as rodas de 16" (pneus 255/70) da japonesa, contra as 18" (265/60) da S10 e exagerados aros 20" (255/50) da Volkswagen. 

No asfalto, a Frontier teve que enfrentar a Amarok em uma competição acirrada de estabilidade. No que a VW é dura nos buracos, ela devolve em respostas de direção e estabilidade, quase como, mais uma vez, um carro de passeio. A Frontier responde rápido, principalmente por causa da traseira mais "no chão", mas a frente é leve e mole demais. A S10 é a mais anestesiada, dobrando demais nas curvas. A direção, única elétrica do trio, é leve para manobrar, mas pouco se comunica com o motorista, principalmente na estrada. 

 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

 

A S10 também é inferior na posição de dirigir e bancos. O volante está numa posição reta e, mesmo com o banco "lá embaixo", fica "no peito" do motorista. E o ajuste é apenas de altura, assim como a Frontier, que ao menos tem o banco instalado em posição mais baixa e confortável. Não chega ao nível "car like" da Amarok, mas acomoda bem o condutor. 

Na labuta

S10 e Frontier estão equipadas com sistema de tração 4x4 part-time, com opção 4x2 traseira, além de bloqueio de diferencial traseiro e reduzida. A Amarok, mais urbana, tem tração 4x4 permanente 4Motion, com distribuição automática e uma primeira marcha curta que faz as vezes de "reduzida". Vamos para a estrada de terra com pedras soltas para simular um pouco do que elas irão conhecer na vida. 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Mais uma vez, o acerto da suspensão traseira da Frontier fez ela ter vantagem. Até mesmo no modo 4x2 ela está "na mão", segura e confortável. A S10, mole demais, exige mais habilidade do motorista. A Amarok, dura e com rodas de 20", se mostrou bastante divertida e controlável - mas seus pneus de asfalto logo entregariam os pontos caso chovesse... Sem reduzida, ela também ficou devendo mais força em baixa para superar obstáculos, onde as outras fizeram valer seus motores melhores e a reduzida.  

Na hora de encher a caçamba, empate técnico entre S10 e Frontier na capacidade. Mas a Chevrolet leva a melhor pela capacidade volumétrica, com as laterais da caçamba mais altas. A caçamba da Frontier é rasa, mas traz pontos de amarração móveis e tomada 12V, algo que a Amarok também possui. As três trazem protetor de caçamba, mas apenas a S10 vem com a capota marítima de série.

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme
Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

A melhor companheira

Vamos ao veredicto. A Frontier é a mais barata, confortável e econômica. Ainda traz um sistema que descarta as partículas do filtro de cabine sem precisar ir na concessionária (uma exclusividade dela). Motor e câmbio se entendem bem e, com funcionamento suave, agrada mesmo não sendo a mais rápida. A S10 é forte, mas a suspensão macia demais tira pontos na dirigibilidade, embora garanta conforto. Vai bem no pacote de equipamentos e tem itens de segurança ausentes nas outras. 

 

 

 

A Amarok é boa para uso mais rodoviário do que rural. Rodas de 20", visual urbano e interior mais aconchegante agradarão aos "cowboys de asfalto", mas ela fica devendo no lado "trabalhadora" da coisa. Entre Frontier e S10, a picape da GM é mais equipada, anda mais e tem a caçamba maior. Em compensação, o modelo da Nissan custa R$ 9.290 a menos e tem o conjunto mais equilibrado das três. Além de ser imbatível no conforto para quem irá dirigir por horas e horas. Pena não ter versões mais baratas para o trabalhador, não apenas para o patrão. 

Por Leo Fortunatti

Fotos: Rafael Munhoz

Fichas técnicas

  Chevrolet S10 High Country  Nissan Frontier LE Volkswagen Amarok Extreme
MOTOR dianteiro, longitudinal, quatro cilindros, 16 válvulas, 2.776 cm3, duplo comando, turbo, diesel dianteiro, longitudinal, quatro cilindros, 16 válvulas, 2.298 cm3, duplo comando, biturbo, diesel dianteiro, longitudinal, quatro cilindros, 16 válvulas, 1.968 cm3, duplo comando, biturbo, diesel
POTÊNCIA/TORQUE 200 cv a 3.600 rpm / 51 kgfm a 2.000 rpm 190 cv a 3.750 rpm / 45,9 kgfm a 2.500 rpm 180 cv a 4.000 rpm / 42,8 kgfm a 1.750 rpm
TRANSMISSÃO automática de 6 marchas; tração 4x4 com reduzida automática de 7 marchas; tração 4x4 com reduzida automática de 8 marchas; tração integral inteligente
SUSPENSÃO independente de braço duplo na dianteira e eixo rígido com feixe de molas na traseira independente de braço duplo na dianteira e semi-independente na traseira, com multilink, molas helicoidais e eixo rígido independente de braço duplo na dianteira e eixo rígido com feixe de molas na traseira
RODAS E PNEUS  alumínio de aro 18" com pneus 265/60 R18 alumínio de aro 16" com pneus 255/70 R16 alumínio de aro 20" com pneus 255/50 R20
FREIOS discos ventilados na dianteira e tambor na traseira com ABS e EBD discos ventilados na dianteira e tambor na traseira com ABS e EBD discos ventilados na dianteira e tambor na traseira com ABS e EBD
PESO 2.101 kg em ordem de marcha 1.985 kg em ordem de marcha 2.170 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 5.408 mm, largura 1.874 mm, altura 1.839 mm, entre-eixos 3.096 mm comprimento 5.250 mm, largura 1.850 mm, altura 1.855 mm, entre-eixos 3.150 mm comprimento 5.254 mm, largura 1.944 mm, altura 1.834 mm, entre-eixos 3.095 mm
CAPACIDADES tanque 76 litros; capacidade de carga 1.049 kg tanque 80 litros; capacidade de carga 1.050 kg tanque 80 litros; capacidade de carga 1.017 kg
PREÇO R$ 175.990 R$ 166.700 R$ 177.990

 

MEDIÇÕES MOTOR1 BR 
    Chevrolet S10 High Country Nissan Frontier LE Volkswagen Amarok Extreme
Aceleração      
  0 a 60 km/h 4,3 s 4,9 s 4,7 s
  0 a 80 km/h 6,8 s 7,5 s

7,6 s

  0 a 100 km/h

10,2 s

11,0 s 11,6 s
Retomada      
  40 a 100 km/h em D 8,0 s 10,3 s 9,5 s 
  80 a 120 km/h em D 7,5 s 8,5 s 9,6 s 
Frenagem      
  100 km/h a 0

44,6 m

44,6 m 38,7 m 
  80 km/h a 0 27,6 m 27,9 m 24,5 m 
  60 km/h a 0 15,5 m 15,6 m 13,2 m
Consumo      
  Ciclo cidade 10 km/l 9,6 km/l 8,9 km/l 
  Ciclo estrada 11,9 km/l 12,5 km/l 10 km/l 

Seja parte de algo grande

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme