Versão retorna com visual esportivo e boa oferta de equipamentos

Líder de vendas do mercado brasileiro, o Chevrolet Onix aposta na diversidade para "bombar" nas lojas: tem versão com desenho antigo (Joy), duas versões convencionais (LT e LTZ) e uma aventureira (Activ). Sentiu falta de uma esportiva? Não falta mais. Com a linha 2018, o Onix Effetc, que já existiu no modelo anterior, está de volta ao catálogo. Mas, como antes, as novidades não passam de cosméticas.    

O que é?

Sem mudanças mecânicas ou na suspensão, o Onix Effect é equipado com motor 1.4 8V e câmbio manual de 6 marchas, mesmo conjunto do LT 1.4. Posicionada entre os modelos LT e LTZ, esta versão tem como diferencial a aparência mais esportiva com apetrechos exclusivos.

Por fora, as principais características são o kit aerodinâmico com spoilers frontal/traseiro e saias laterais, além do teto com pintura preto brilhante, rodas de liga leve aro 15" na cor cinza metálico e adesivos nas laterais, tampa traseira e capô. 

 

Chevrolet Onix Effect 2018

 

Completam a proposta as capas dos retrovisores externos, coluna central e grade frontal também em preto brilhante, além de os faróis possuírem máscara negra e luzes de posição com LEDs. Na traseira, há uma luz de neblina na parte inferior esquerda do para-choque.

O interior tem como atração o acabamento na cor preta, além detalhes em vermelho nas saídas de ar e aros do volante, que por sua vez é uma peça exclusiva, com a base reta. Os bancos trazem revestimento diferente, com tecido em relevo na parte central e couro sintético nas laterais. Os cromados marcam presença nos botões do ar condicionado e nas maçanetas das portas, enquanto o quadro de instrumentos tem grafismo personalizado na parte do conta-giros.

Em termos de equipamentos, o Effect vem bem servido. A lista de itens de série inclui direção elétrica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo, faróis de neblina e luz de neblina traseira. 

 

Chevrolet Onix Effect 2018

 

Como anda?

Como dissemos no início, o Onix Effect não passou por mudanças mecânicas ou dinâmicas na comparação com as outras versões, então o comportamento do carro era um tanto previsível. Por outro lado, aproveitamos o lançamento desta versão para testar o motor atualizado no ano passado com o novo câmbio manual de 6 marchas (até então, só havíamos avaliado o modelo 1.4 com a caixa automática). 

Com altura de rodagem mais baixa que no modelo pré-reestilização, o Onix agora pula um pouco mais em asfalto ruim, mas nada que chegue a comprometer o conforto. Em compensação, a suspensão ficou mais silenciosa e a estabilidade está ainda melhor, com pouca rolagem da carroceria nas curvas e desvios bruscos. Outro ponto positivo fica por conta da direção elétrica, leve em manobras e com boa progressividade em velocidade. 

A GM afirmou ter reduzido o atrito interno do motor, o que é bem percebido, principalmente em rotações mais altas. Agora, o propulsor gira mais "solto" e com menos aspereza de funcionamento, algo que incomodava um pouco antes da atualização.

 

Chevrolet Onix Effect 2018

 

Embora os números do nosso teste tenham sido parecidos com os do 1.4 antigo (0 a 100 km/h em 11,6 segundos), na prática a tocada ganhou tempero. Está longe de ser esportivo como o visual sugere, mas as melhorias do propulsor, aliadas ao câmbio manual de 6 marchas, deram mais fôlego ao hatch. Mantendo os bons engates da caixa anterior, de 5 marchas, a nova transmissão permite explorar de forma mais precisa a força disponível e garante retomadas bem melhores, graças ao novo escalonamento. Na estrada, por exemplo, a sexta é longa o bastante para o motor "sussurrar" a 2.300 rpm a 100 km/h, ou a apenas 2.900 rpm a 120 km/h (no anterior eram 3.500 rpm na mesma velocidade).

Outra agradável surpresa foi o consumo: média de 8,8 km/l na cidade e 12,0 km/l na estrada, com etanol - boas marcas para um propulsor de concepção mais antiga e com 8 válvulas, em que pese as atualizações que a GM fez. Com gasolina, antes do teste instrumentado, o hatch rodou mais de 600 km e também atingiu boas médias: 11,8 km/l na cidade e até 17,3 km/l na estrada. Em vias expressas, como nas marginais de São Paulo (SP), o computador de bordo chegou a indicar em várias ocasiões médias acima de 21 km/l.    

Um ponto fraco que se mantém no Onix é a posição muito alta do banco do motorista, que mesmo na regulagem mais baixa pode incomodar quem for mais alto, atrapalhando, inclusive, a visibilidade. 

 

Chevrolet Onix Effect 2018

 

Quanto custa?

Bem equipado e com visual, digamos, mais chamativo, o Onix Effect custa R$ 54.990 e pode fazer a diferença pra quem valoriza a aparência. Mas não custa lembrar que por pouca coisa a mais (R$ 56.790) você leva pra casa um exemplar da versão LT com câmbio automático de 6 marchas, uma opção menos equipada, é verdade, mas bem-vinda para enfrentar o trânsito do dia a dia.

Os rivais mais próximos em proposta, Hyundai HB20 R-Spec e Renault Sandero GT Line, custam R$ 61.330 e R$ 55.900, respectivamente. O primeiro agora só vem com câmbio automático (o que explica o preço mais alto) e o segundo tem como diferencial o ar-condicionado automático. 

Coincidentemente, na mesma semana em que fizemos a avaliação do novo Effect, o Onix foi um dos assuntos de maior repercussão devido ao resultado dos testes do LatinNCAP. Modelo mais vendido do país, o hatch tirou nota zero e sofreu críticas pela baixa proteção em caso de impactos laterais. Você acha que isso poderá afetar o desempenho comercial do modelo? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

Fotos: divulgação 

Ficha técnica - Chevrolet Onix Effect 1.4 

MOTOR dianteiro, transversal, quatro cilindros, 8 válvulas, 1.389 cm3, comando simples, flex;
POTÊNCIA/TORQUE 98/106 cv a 6.000 rpm; Torque: 13,0/13,9 kgfm a 4.800 rpm;
TRANSMISSÃO câmbio manual/automática de seis marchas, tração dianteira; 
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira; 
RODAS E PNEUS alumínio aro 15, com pneus 185/65 R15
FREIOS discos na dianteira e tambores na traseira, com ABS;
PESO 1.074 kg
DIMENSÕES comprimento 3.933 mm, largura 1.705 mm, altura 1.476 mm, entreeixos 2.528 mm
PORTA-MALAS 280 litros
PREÇO R$ 54.990

 

MEDIÇÕES MOTOR1
     
Aceleração  
  0 a 60 km/h  5,1 s
  0 a 80 km/h  8,0 s
  0 a 100 km/h  11,6 s
Retomada  
  40 a 100 km/h em 3ª  10,5 s
  80 a 120 km/h em 4ª  11,4 s
Frenagem  
  100 km/h a 0  43,2 m
  80 km/h a 0  27,1 m
  60 km/h a 0  15,5 m
Consumo (etanol)  
  Ciclo cidade  8,8 km/l
  Ciclo estrada  12,0 km/l

 

Seja parte de algo grande