Dois hatches aventureiros querem conquistar os fãs dos crossovers

Para o Inmetro, não precisa muito para uma marca poder vender seu carro como SUV. Basta uma medida mínima em relação ao solo e de ângulos de entrada e saída. A JAC é mais uma que aproveita essa definição para dizer que o novo T40 é um SUV compacto, mas basta chegar perto dele para perceber que se trata de um hatch elevado. Por isso que, além de levar o chinês para a pista de testes, resolvemos colocá-lo lado a lado com um conhecido hatch aventureiro, o Chevrolet Onix Activ - derivação topo de linha do carro mais vendido do país.

O T40 é um carro muito importante para a JAC Motors, representada no Brasil pelo Grupo SHC do empresário Sergio Habib. É um projeto que surgiu lá atrás, em 2011, quando a marca começou a operar em nosso mercado. Nasceu como um hatchback e, com o crescimento dos crossovers compactos, foi ajustado para que entrasse neste segmento. É vendido por R$ 56.990, chegando a R$ 58.990 com o pacote de opcionais. Por enquanto, é oferecido somente com motor 1.5 flex de 127 cv e câmbio manual de 5 marchas. A versão CVT chega em fevereiro do ano que vem.

A Chevrolet tem seu legítimo crossover compacto, o Tracker. Mas para quem não quer (ou não pode) gastar R$ 83 mil num carro, existe o Onix Activ, versão do hatch com alguns detalhes de plástico no acabamento externo e altura do solo elevada. Custa R$ 59.990 na versão manual, subindo para R$ 65.290 na versão automática. Usa o mesmo motor 1.4 flex de 106 cv que o Onix normal.

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

Espaço e praticidade

O T40 larga com vantagem neste ponto. Mede 4,14 metros de comprimento (grande para um compacto) e tem 2,49 m de entre-eixos. Garante área generosa para os passageiros e ainda deixa o porta-malas ter capacidade para 450 litros – mais do que muito SUV por aí. Como mede 1,75 m de largura, ganha também em espaço lateral. Dá para levar três pessoas no banco traseiro sem muito aperto.

Comparativo Argo x Onix x HB20
Novo Onix Activ 2017: versão aventureira chega com preço inicial de R$ 57.190

O Onix aproveita melhor seu entre-eixos mais comprido, de 2,53 m, 4 centímetros maior que o chinês. Mas tem a carroceria bem mais curta, de 3,96 m de comprimento - 18 centímetros a menos que o T40. Na prática, o hatch da GM oferece espaço interno bem próximo de seu rival (falta encosto de cabeça para o quinto ocupante). Só que o porta-malas perde bastante, com apenas 280 litros.

JAC T40 2018 - Lançamento
JAC T40 2018 - Lançamento

Os assentos do T40 são bem cômodos e exemplificam a evolução da marca. “Levei dezenas de bancos e interiores para a Itália”, revelou Habib na apresentação do T40. “Dava amostras de materiais e de como poderíamos montar o interior.” Gerou um dos pontos fortes do T40. A qualidade de construção é a melhor que já vimos num JAC até o momento. Essa melhoria é notada logo ao fechar a porta, que bate de modo suave. Parece pouca coisa, mas quem andou nos outros modelos da marca nota bem essa diferença.

A ergonomia do Onix melhorou na versão reestilizada, lançada no ano passado. Resolveram o problema do puxador de porta, antes posicionado muito baixo. Sabiam que o pessoal sempre deixa o celular a mão e ampliaram os porta-objetos. O ponto negativo é o banco mais alto do que o normal. Ao sentar pela primeira vez, parece que ajustaram na altura máxima, mas é o normal do Onix - fato reforçado, nesta versão, pelo maior vão livre do solo.

Acabamento e equipamentos

O interior é outra prova de que a JAC está melhorando. Ainda usa muito plástico rígido, é verdade, só que isso é minimizado pela grande peça de couro na parte central do painel. Fizeram a ótima escolha de não abusar dos cromados – algo que os chineses adoram. A maior parte das peças cinzas é fosca, deixando o cromado somente para o contorno das saídas de ar e para a barra que atravessa a lateral das portas. Tudo muito bem encaixado e sem pontas aparentes.

Novo Onix Activ 2017: versão aventureira chega com preço inicial de R$ 57.190
Novo Onix Activ 2017: versão aventureira chega com preço inicial de R$ 57.190

Em comparação, o Onix utiliza materiais melhores no acabamento. O plástico é mais agradável ao toque, embora não seja exatamente macio. Segue o padrão de qualidade dos outros GM. A maior diferença está na coloração do painel, que ganha pintura alaranjada exclusiva para o Activ. Divide opiniões. Algumas pessoas da redação acharam legal, outras consideraram brega. Como tons diferentes para a cabine estão em alta, pode ser argumento para algumas pessoas comprarem o Activ.

O Onix parece mais avançado tecnologicamente. O painel de instrumentos é digital, com um único contador analógico para o conta-giros, enquanto o T40 utiliza dois mostradores analógicos e uma diminuta tela para o computador de bordo. Falando nele, ambos têm sistemas bem simples, que mostram consumo e autonomia. Porém, a tela do T40 é muito pequena, tem luminosidade baixa e é controlada por botões localizados perto do painel, enquanto no Onix pode ser controlado pela haste da seta.

JAC T40 2018 - Lançamento
JAC T40 2018 - Lançamento

Ambos oferecem central multimídia. No Onix Activ, o sistema MyLink vem de série e mede 7”, enquanto o T40 oferece tela de 8” como opcional. A do chinês é maior, porém a Chevrolet oferece conexão ao Android Auto e Apple CarPlay. Essa integração com o smartphone permite o uso de sistemas de GPS, o que falta ao T40 – não tem GPS nativo e nem espelha imagem dos celulares. Outro ponto negativo é o software do chinês, com respostas lentas e que travou algumas vezes no teste.

Na segurança, o T40 traz assistente de partida em rampa e controle eletrônico de estabilidade e tração de série, itens que não aparecem sequer como opcionais no Onix. Por outro lado, o Chevrolet conta com o OnStar, com rastreamento e outros serviços, embora exija uma mensalidade após o período grátis de um ano. O T40 tem uma exclusividade interessante: câmera frontal instalada no retrovisor interno, que grava as imagens em um cartão. A JAC acredita que vai ajudar no valor do seguro, pois é possível provar se um acidente foi culpa do motorista ou de um terceiro.

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

Ao volante

Se por pacote de equipamentos e preço o T40 estava mostrando ser melhor negócio, é em movimento que o Onix mostra suas qualidades. Vale deixar registrado que usamos como base os números de teste do Onix Effect 1.4 manual, mais leve do que o Activ - portanto, são somente valores de referência. Infelizmente, a GM não conta mais com o aventureiro com câmbio manual em sua frota de imprensa e emprestaram a versão automática.

O maior senão do JAC está na parte mecânica. Acelerou de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos, marca muito próxima de outros crossovers. A frenagem também foi satisfatória, atravessando 44,5 metros enquanto reduzia de 100 km/h à imobilidade (com a pista molhada).

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

 

Se o desempenho é OK, então qual o problema da motorização? Falta de calibração. O conjunto mecânico é o mesmo do T5 manual, com motor 1.5 de 127 cv e 15,7 kgfm de torque, acomplado ao câmbio manual de 5 marchas. No entanto, faltou ajuste fino. Notamos isso em baixa rotação, quando o carro dá coices nas retomadas. Isso irrita quando estamos em congestionamentos, já que acontece com frequência.

O desempenho do Onix é semelhante, com pequena vantagem principalmente por conta de seu peso inferior. Porém, o hatch da GM roda lisinho, já que não tem o problema do T40 em baixa rotação. Pisar no acelerador não faz nada além de deixar o carro mais rápido. Não há trancos, não há pulos.

Ambos têm boas transmissões manuais, de 5 marchas no T40 e de 6 posições no Onix. Em uso, são bem similares, já que propiciam engates curtos, precisos e jutos. O ponto positivo vai para a Chevrolet pela marcha extra, dando mais elasticidade ao motor e deixando as retomadas mais espertas, tanto na cidade quanto em ultrapassagens na estrada. 

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

 

A sexta marcha também favorece o consumo do GM. Abastecido com etanol, o JAC marcou 7,5 km/l enquanto rodava pela cidade. O Onix fez 8,8 km/l. A distância no rendimento aumentou ao andar na estrada, com 10,1 km/l para o T40, contra 12 km/l do Chevrolet.

Muitos reclamavam que os carros da JAC tinham a suspensão mole demais. O T40 é o contrário, com ajuste mais firme. Melhorou para fazer curvas e andar na estrada, segurando a carroceria no lugar. O contraponto é que pula bastante na cidade e, aliado ao curso curto, faz com que a suspensão dê pancadas secas na maioria das lombadas. Felizmente, tem 18 cm em relação ao solo, o suficiente para não raspar. O Onix é mais confortável no geral, sem comprometer a estabilidade. Como é 30 mm mais alto do que o hatch normal, reduz o repasse das irregularidades do asfalto para a cabine.

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

Compra e manutenção

É neste ponto que o T40 se destaca. Como a maioria dos chineses, oferece pacote mais completo que o rival. Mesmo a versão mais em conta, por R$ 56.990, vem com ar-condicionado, direção elétrica, assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e tração, acabamento em couro no volante e painel, computador de bordo, controle de cruzeiro, volante com ajuste de altura, faróis com luzes diurnas em LED, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve de 16” e bancos com ajuste de altura. Por R$ 2 mil, ganha central multimídia, câmera de ré e a câmera frontal no retrovisor interno.

O Onix tem lista inferior. Fica sem a câmera frontal, assistente de partida em rampa e controle estabilidade e tração. Seu trunfo é o OnStar, serviço de assistência com rastreamento do carro, e a central multimídia MyLink 2. Como opcional, oferece câmbio automático de 6 marchas, enquanto o T40 é só manual.

A JAC vende o T40 com 6 anos de garantia sem limite de quilometragem. A primeira revisão, de 3.000 km, é grátis. As demais são feitas a cada 10.000 km, começando por R$ 465 e subindo até R$ 710 na revisão de 50.000 km. Todas podem ser parceladas em 5x sem juros. Já na Chevrolet, o Onix paga R$ 220 na primeira revisão e tem valores crescentes. A mais cara é a de 60.000 km, por R$ 1.404. As revisões podem ser parceladas em 4x. E a garantia é de 3 anos.

 

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ

Conclusão

A evolução da JAC é visível a cada carro que lançam. Ainda cometem erros em cada um, como acontece no T40. Para quem gosta de uma experiência mais rica ao dirigir, o crossover pode ser decepcionante. Porém, é uma boa escolha para quem não pode gastar muito e quer um carro altinho e com cara de SUV. Só espere um pouco caso faça questão de um modelo automático, já que a versão com câmbio CVT chega em fevereiro.

Se seu negócio é dirigir, o Onix Activ ainda é mais indicado. Anda mais, bebe menos, a suspensão tem bom ajuste e não sofre dos problemas de acerto do T40. É uma boa opção para quem foca na direção, já que é menor – afinal, é um hatchback com roupa de carro off-road. Tem a seu favor a imensa rede de concessionários da Chevrolet e a boa fama do Onix no mercado de usados. E já oferece descanso ao pé esquerdo.

Fotos: Paulo Henrique Trindade

Fichas técnicas

  JAC T40 Chevrolet Onix Activ
MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros, 16 válvulas, 1.499 cm3, comando variável, flex dianteiro, transversal, quatro cilindros, 8 válvulas, 1.389 cm3, comando simples, flex
POTÊNCIA/TORQUE 125/137 cv a 6.000 rpm / 15,5/15,7 kgfm a 4.000 rpm 98/106 cv a 6.000 rpm; Torque: 13,0/13,9 kgfm a 4.800 rpm
TRANSMISSÃO  manual de cinco marchas; tração dianteira câmbio manual/automática de seis marchas, tração dianteira
SUSPENSÃO

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira

independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
RODAS E PNEUS  liga-leve aro 16" com pneus 205/55 R16 alumínio aro 15, com pneus 185/65 R15
FREIOS discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira com ABS e EBD discos na dianteira e tambores na traseira, com ABS
PESO 1.155 kg em ordem de marcha 1.062 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.135 mm, largura 1.750 mm, altura 1.568 mm, entreeixos 2.490 mm comprimento 3.958 mm, largura 1.737 mm, altura 1.554 mm, entreeixos 2.528 mm
CAPACIDADES tanque 42 litros; porta-malas 450 litros tanque 54 litros; porta-malas 280 litros
PREÇO

R$ 56.990 (versão testada: R$ 58.990)

R$ 59.990

 

MEDIÇÕES MOTOR1 BR
    JAC T40 1.5* Chevrolet Onix 1.4**
Aceleração    
  0 a 60 km/h 5,7 s 5,1 s
  0 a 80 km/h 8,4 s 8,0 s
  0 a 100 km/h

12,2 s

11,6 s
Retomada    
  40 a 100 km/h em 3ª 12,4 s 10,5 s
  80 a 120 km/h em 4ª 14,4 s 11,4 s
Frenagem    
  100 km/h a 0

44,5 m

43,2 m
  80 km/h a 0 28,4 m 27,1 m
  60 km/h a 0 16,2 m 15,5 m
Consumo    
  Ciclo cidade 7,5 km/l 8,8 km/l
  Ciclo estrada 10,1 km/l 12,0 km/l

* Pista molhada
**Dados do Onix 1.4 normal, 41 kg mais leve do que o Activ. A GM não tem o Onix Activ com câmbio manual na frota.

Seja parte de algo grande

Comparativo JAC T40 x Chevrolet Onix Activ